Lolly Baby

Empresa
Blog
Produtos
Onde comprar
Trabalhe Conosco
Contato
Home > Blog > Alimentação ideal

Alimentação ideal



Alimentação ideal

Conforme seu filho vai crescendo, passa a querer experimentar a comida dos adultos, e você faz muito bem ao aproveitar essa curiosidade e variar ao máximo a alimentação dele.

Mas é preciso ficar de olho em certos alimentos para crianças, tanto pelo potencial de engasgos como até por às vezes ainda não serem próprios para o sistema digestivo em desenvolvimento do seu filho.

 

Até 6 meses: bebê deve tomar só leite

Qualquer comida ou bebida que não seja leite materno (ou fórmula): A recomendação do governo brasileiro e da Organização Mundial da Saúde (OMS) é dar apenas leite materno ao bebê até os seis meses de vida.

 

Até 1 ano: nada de leite de vaca e mel

Leite de vaca: O leite comum continua não sendo recomendado até o primeiro aniversário, porque bebês não digerem bem a proteína contida no leite de vaca. Além disso, a quantidade de minerais do leite de vaca pode prejudicar os rins do bebê.

Mel: Por mais tentador que seja adoçar um suco ou uma fruta com mel, siga em frente com o gosto natural do alimento. Mel pode conter esporos da bactéria Clostridium botulinum, responsável por uma doença séria, o botulismo.

 

Até 2 anos: alimentos com perigo de engasgo

Uma coisa é deixar o bebê comer por conta própria pela técnica BLW, com alimentos em pedaços, mas muito bem cozidos e molinhos; outra é oferecer um pedaço grande de alimentos resistentes como vegetais crus, que podem acabar presos na garganta. Corte tudo antes de dar à criança. Na salada, pique ou rale a cenoura, beterraba ou erva-doce, ou então cozinhe primeiro. Todos os tipos de carne e queijo devem ser partidos em pedaços pequenos.

 

Até 2 anos: leite, só integral

Leite desnatado ou light: A maioria das crianças de até 2 anos precisa das calorias e da gordura presentes no leite integral para crescer. Até a gordura é saudável, pois existem vitaminas que são lipossolúveis, ou seja, precisam da gordura para ser absorvidas.

 

De 2 a 3 anos: ainda há risco de engasgo com alimentos duros e pequenos

Embora a criança esteja comendo cada vez melhor, ainda há risco de ela engasgar. Continue evitando os alimentos citados acima, e tente não deixar seu filho comer fazendo outra atividade ao mesmo tempo, como correr, andar, brincar. Ele pode se distrair e acabar se engasgando, ou aspirando uma partícula de alimento.



PUBLICADO EM: 25/07/2017

Avenida Dr. Sebastião Armelin, 690
Bairro Corte Preto - Capivari - SP
CEP 13360-000
Telefone: (19) 3492-8270 sac@lollybaby.com.br
Área restrita
Login


© 2016 Lolly. Todos os direitos reservados.